Após 100 dias, Bolsonaro vai revogar 250 decretos exauridos ou que perderam validade

Ao completar 100 dias, o governo do presidente Jair Bolsonaro vai promover um “revogaço”, eliminando 250 decretos que atualmente confundem os administradores públicos ou perderam validade.

São decretos normativos que tiverem seus efeitos exauridos ou praticamente foram revogados por outros.

Segundo técnicos, esses decretos acabam criando confusão em quem precisa consultar para formatar medidas, sempre gerando dúvidas sobre se estão ou não em vigor. A ideia da medida é desburocratizar e simplificar a vida do governo e da população.

Ao todo, existem atualmente 12.471 decretos, editados entre 1889 e 2019. A revogação dos 250 decretos é apenas a primeira etapa de um processo contínuo, no qual o governo vai analisar a eficácia dos demais para determinar se continuarão ou não em vigor.

Entre os decretos que serão revogados, alguns tratam de temas como regulamentação de desapropriações para fins de reforma agrária, concessão de outorgas a companhias aéreas que não existem mais e referentes a programas governamentais com prazo de execução vencido.

Veja abaixo, por ministérios, a quantidade de decretos que serão revogados no dia 11 de abril:

Quantidade de decretos a serem revogados

Fontes: portal G1

2 comentários em “Após 100 dias, Bolsonaro vai revogar 250 decretos exauridos ou que perderam validade

  1. Dailson Gregório Responder

    O exame da ordem estar incluído neste “revogaço”?

  2. Wagner de Carvalho Bastos Responder

    Data venia doutores não acredito mais nesse cidadão, não passa de um falastrão, não tem peito nem coragem para acabar com essa máfia ele não mais toca nesse assunto. Temos que reunir milhares de bachareis em Brasilia e exigir digo exigir o fim dessa arbitrariedade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *